quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Famosa teve parto de cócoras!


Cássia Linhares: 'Fiz um parto de cócoras como as índias'

A atriz Cássia Linhares tornou-se mãe no dia 30 de dezembro de 2008. De parto de cócoras, ela deu à luz Eduarda, que nasceu com 3,3kg e 49cm, no hospital Barra D'Or.

- Mesmo na emergência, pois nenhuma maternidade tinha vaga disponível, conseguimos fazer um lindo parto humanizado, de cócoras como as índias - conta a atriz, que se diz realizada com a maternidade. - Estou completamente apaixonada, mudada, melhorada e tudo mais 'ada' de melhor no mundo.

De tão agarrada que já está à filha, a atriz não sabe nem se vai contratar uma babá:

- E sabe que nem sei se terei por enquanto, estou com tanto ciúmes dessa menina. Ai, que amor é esse?!

(Notícia retirada daqui.)

O parto de cócoras é um parto mais rápido, pois é auxiliado pela gravidade, mais cômodo para a mulher e mais saudável para o bebê, pois não se tem mais a compressão de importantes vasos sanguíneos que acontece com a mulher deitada de costas. (Retirado daqui)

Desde a mais remota antigüidade, as mulheres procuravam posições que facilitassem o parto. Nas gravuras antigas o mais comum é ver mulheres ajoelhadas, de cócoras, ou em banquinhos baixos de parto. De um jeito ou de outro o que se observa é que as costas estão em posição vertical. A posição das pernas é variável.

Na civilização ocidental, com a entrada da figura do obstetra no parto, as mulheres foram colocadas deitadas de costas em mesas cada vez mais específicas, com as pernas abertas, para que a região genital pudesse ser bem observada. E assim é que funciona até hoje, para a maioria dos médicos e hospitais.

Algumas vantagens do parto de cócoras:

- O parto é mais rápido, pois é auxiliado pela gravidade;

- A oxigenação do bebê é melhor, pois não ocorre a compressão da veia cava pelo peso do útero;

- A necessidade de episiotomia é menor;

- A mulher se sente mais no controle da situação;

- O companheiro tem uma participação mais ativa ao prover o suporte da posição.

(Retirado daqui.)

9 comentários:

Geovana disse...

Sabe que sempre me pergunto por que inventaram parir deitada e com a perna pra cima? É contra a lei da gravidade. Gatas e cadelas se deitam de lado e parem com muita calma. Por que o nosso parto precisa ser tão dolorido?

Carla, pra mim a letra do seu blog fica tão pequena, quase não consigo ler. Será que é alguma configuração?

Ah! Obrigada pelo comentário. Tomei a ousadia de publicá-lo como post.

Carla Beatriz disse...

Geovana,

Parir de cócoras é muito mais fácil! Se vc ler meu relato de parto domiciliar, verá que eu estava deitada no início do expulsivo, devido ao cansaço do trabalho de parto, mas meu médico me orientou a sentar no banco de parto de cócoras para ficar mais fácil para fazer força. E assim foi: com três forças, nasceu minha filha.

Eu uso o tamanho "small" para os posts no meu blog, mas não é tão miúdo assim para mim.

Já li teu post e já comentei lá. Nunca imaginei que o transformarias em post. risos

Beijos

Elaine disse...

Olá!
Pensei em comentar aqui várias vezes mas como não sou mãe, nem serei, faltava propriedade, sabe?
Mas hoje me decidi pois quero dizer que gosto muito de seu jeito de escrever e partilho muitas de suas posições.Li o blog da Geovana e quero dizer que assino embaixo de tudo o que você falou.
Penso que aborto não é uma questão de liberdade ou arbítrio ou o que quer que seja mas sim de cumprir a lei de Deus, que é clara e inequívoca.
Se nós, cristãos, não remarmos contra a maré, quem vai remar?
Fique com Deus, querida.

Bruna disse...

qdo eu fui ter o lucca eu tbm queria de cocoras mas as medicas ja me colocaram na cama deitada, oq eh horrivel e na minha opiniao bem constrangedor, agente fica totalmente exposta. aindA bem q foi rapidinho, eu cheguei com ele ja saindo, ainda cheguei perguntar se eu podia levantar, mas nem deu tempo e ele nasceu.
vou procurar seu parto pra ler tbm..

bjs

Carla Beatriz disse...

Elaine,

Imagina, vc não precisa ser mãe para comentar no meu blog! Nem todos meus posts são a respeito de gravidez, parto e amamentação, apesar deles serem a tônica de meu blog.

Fico feliz em saber que vc gosta do meu jeito de escrever, apesar de ultimamente eu estar pouco inspirada, só copiando textos para meus posts, ao invés de escrever um texto próprio ...

Realmente, o post da Geovana sobre o aborto me deixou muito incomodada e eu procurei algum material para postar nos comentários e nunca imaginei que ela o iria transformar em post. Mas, com certeza, nós, cristãos, temos que nos posicionar CONTRA o aborto, pois quem crê em Deus, crê na vida!

Adorei tua visita! Apareça sempre que quiser!

Beijos mil

Carla Beatriz disse...

Bruna,

Pois é, para conseguir ter um parto de cócoras, é primeiro necessário ter um médico que acredite na capacidade da mulher de parir e que ela pode parir em outra posição que não a deitada de costas.

Mas vc pode tentar o parto de cócoras no seu próximo filho, não é? ;-)

Beijos

Cristiane A. Fetter disse...

Este atriz subiu no meu conceito.
bjks

Carla Beatriz disse...

Cristiane,

No meu também! Eu fico extremamente feliz, quando uma atriz famosa tem seu filho de parto natural e isso é divulgado na mídia, pois serve de incentivo para as mulheres!

Beijos

Estamos Grávidos disse...

Carla!
Agora que sabemos o sexo da nossa pequena, estamos nos preparativos para o grande momento do parto! Faltam 4 meses para isso e, estar informada é o ponto principal para o meu preparo psicológico, pois quero estar tranquila nesse momento e passar isto para a Béatrice. Coincidentemente, nesta semana também postei algo relacionado ao parto (um filme que assisti aqui em DVD, que se chama "Le Premier Cri") e também comecei a ler o livro de Frédéric Leboyer (Pour une naissance sans vilence) e, o seu post sobre o parto de cócoras, só vem a complementar, mais um pouco, nesse meu caminho rumo ao parto normal!
Bjs!