sexta-feira, 10 de outubro de 2008

A violência dos desenhos animados

Como mãe, eu me preocupo com a violência dos desenhos animados, sejam eles antigos ou atuais. Ontem, ao visitar o blog By Oscar Luiz, me deparei com esses desenhos sangrentos e confesso que fiquei assustada no início, mas depois percebi que eles, infelizmente, refletem a violência dos desenhos que nossos filhos assistem.

Hoje de manhã, encontrei esta matéria no BBCBrasil.com e entendi melhor aqueles desenhos.
Mostra revela morte sangrenta de personagens de desenhos animados
A exposição Splatter, que será aberta em Londres na sexta-feira, dá asas à imaginação de quem já pensou no que aconteceria de verdade quando os personagens de desenhos animados cometem atos de violência uns contra os outros.

Na mostra, que apresenta esculturas e ilustrações, Tom mata Jerry, o Coiote alcança e acaba com o Papa-léguas e Frajola finalmente almoça o Piu-piu.
"É incrivelmente sanguinário. As conseqüências reais da violência nos desenhos animados são reveladas. Eles massacram uns aos outros", disse o artista plástico britânico James Cauty.

O artista diz que a idéia para a mostra partiu de seu filho, Harry, de 15 anos de idade.

Você pode conferir os desenhos aqui. Aviso que as imagens são fortes e não são recomendáveis para crianças.
Para esta sexta-feira não ficar tão mórbida, coloco alguns selos e mimos de ganhei de amigas:
Ganhei este selo da querida Sonia Regly, do Compartilhando as Letras.
A finalidade deste selo é promover maior integração entre os blogs. Assim sendo, repasso agora essa distinção aos seguintes blogs, que fazem parte da minha lista:


Este mimo foi oferecido pelas minhas queridas amigas Semadar, do Universo Gentil, e da Sonia, do Compartilhando as Letras.

Este mimo é para aqueles editores de blog que tratam muito bem seus colegas, para os blogs que conquistam corações!
Sendo assim, repasso este mimo para os seguintes blogs:

12 comentários:

Cristiane A. Fetter disse...

Que honra receber um selo assim.
Brigadim viu?
Beijocas

Isabella disse...

Oi Carla, muito obrigada! Nesse mundo de violência dentro e fora da tv, fico agradecida por mais esse selo.

Bjs e bom findi : )

"Isamelda" - a dos sapatos

Mulherzinha Sim! disse...

Poxa Carla, muito obrigada pela lembrança. Estou trabalhando muito e nem tenho passado tanto nos blogs dos colegas quanto gostaria. Aliás, nem tenho escrito no meu com tanta freqüência como antes. Mas sempre que dá, eu leio. Mesmo que não comente.
Valeu pela lembraça!!!

Beijos e bom final de semana!

Andréa N. disse...

Obrigada pelo selo, querida!! E por sempre visitar meu cantinho vegano. :)

Seminha disse...

Amiga, eu não tenho filhos ainda, mas também fico chocada com os desenhos animados que passam, inclusive na tv por assinatura. Não só pela violência, mas pelo estímulo ao consumismo exacerbado. No Natal passado estávamos em casa vendo o laboratório do Dexter no Cartoon. O episódio falava em Natal, na correria desfreiada pelos presentes e tal, e no fim, o pai do Dexter não consegue comprar um presente q o Dexter queria, e fala pro Papai Noel que o que não fazia mal, pq no Natal o que importa naõ é o presente. Ai o PAPAI NOEL olha pra câmera e fala: O que importa é o presente sim!

E o desenho termina

Eu fiquei pasma, assim como já fiquei pasma com outros desenhos que assisti tb. Não vou relatar todos, mas com certeza precisamos filtrar aquilo que as crianças assistem, pois a lavagem cerebral para que elas consumam cada vez mais é gritante.

Um beijo enorme amiga, estou com muitas saudades tuas. Manda notícias!!

Juca disse...

Carla, esta mostra é, no mínimo, estranha, mas como você mesma disse reflete a juventude atual. Os adolescentes de hoje têm um senso mórbido que até me assusta.

Eu havia lido a chamada no UOL, mas não me habilitei a ler a matéria completa e nem ver as imagens. rsrs

Ah, obrigado por mais este mimo. Adorei! Só peço que me desculpe porque demorarei um pouco para postar. :-)

Bom final de semana!

Beijos!
Juca

Caroline Macedo disse...

Carla, sabia que também acho alguns desenhos animados totalmente fora de contexto infantil. Parecem que que são feitos para atingir também o público adulto... acho uma falta de respeito e principalmente de controle. Realmente o controle (do aparelho de TV, também) tem que ficar em nossas mãos!!!
Obrigada pelo selo, viu! Amei muito. Que carinho.
Olha, Feliz Dia das Crianças para seus filhotes e fiquem com Deus.
beijos.

Ana Cláudia Bessa disse...

Nem me fale sobre violência nos desenhos, fico fazendo censura aqui em casa. Agora ele cismou com o tal de Ben10.

E obrigada pelo selo, adorei, principalmente o valor..rs...
Aceito todos os cartões...rs...rs...rs...tik restaurantes, vale-transporte...

Geovana disse...

Carla, obrigada pelo presente e vou fazer o possível para merecê-lo sempre.

Ah! Essa questão da violência dos desenhos é complicada mesmo. O desenho sozinho não faz mal algum, mas se acompanhado de desestruturação familiar pode causar um grande mal.

Beijo grande!

Georgia disse...

Carla, eu também muito me preocupo com este assunto.

Você conhece este link?

http://littlereaders.ning.com/

Sao pequenos leitores onde nós, maes e filhos discutimos os assuntos. Me envia seu email que te envio um convite: saiajusta4@gmail.com

Estou vindo aqui te convidar para um assunto bem interessante. Quem sabe você também vai aderir. Passa lá no meu blog para saber mais. Acredito que você tenha muita coisa para contar.

Obrigada

Osc@r Luiz disse...

Você tem razão, minha amiga.
Mas encarei como "desenho animado", o reino onde "tudo é possível". Mas pelos comentarios, vi que uma boa parcela dos que comentaram realmente não gostou. Nâo viu assim, e levou "a sério demais" a coisa toda, cuja idéia não era essa.
Gostei da sua pesquisa. Nem me ocorreu em procurar mais informações. Apenas achei curioso e coloquei no ar, sem pensar muito.
Mas vou me policiar mais quanto a isso.
Quanto aos selos... bom, quando a pessoa tem carisma, o que não falta na blogosfera é o carinho dos amigos, não é mesmo?
Por isso são mais do que merecidos.
Beijão e muito obrigado por continuar a me visitar.

Max disse...

Oi Carla,

É verdade, os desenhos animados estão cada vez mais violentos; já para não falar dos jogos virtuais...um horror!!

O que é que pretendemos ensinar aos miúdos, hoje em dia?

Beijos