quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Aniversário de meu filho

Estos últimos dias têm sido tão corridos, que não tenho conseguido blogar. Na semana passada, meu querido filho completou 6 anos de idade e comemorei seu aniversário na escola.



Há exatos 6 anos, eu entrava nas delícias e desafios da maternidade, aprendendo a amamentar, a trocar fralda, a dar banho em recém-nascido, a não dormir nunca mais uma noite completa ... Ao mesmo tempo, sentir um orgulho imenso de alimentar um bebê tão pequeno e que crescia a cada dia a olhos vistos.
Com meu primogênito, descobri a força interior para parir naturalmente, mesmo após 24 horas de trabalho de parto, exausta e morrendo de sono por uma noite de sono perdida. A dor não me incomodou tanto, pior era o sono terrível, o cansaço, a vontade de dormir para recobrar as forças e recomeçar no dia seguinte. Após o parto, de me sentir vitoriosa por ter conseguido parir meu filho. E também as dores das hemorróidas, dos pontos da laceração do períneo, da fraqueza pelo extenuante trabalho de parto. A delícia de amamentar desde o primeiro momento, sem dor, sem dificuldade, sem trabalho algum.

Depois, descobrir o primeiro dentinho, a primeira febre, ver ele engatinhar pela primeira vez, dar os primeiros passos, ir à escolinha pela primeira vez, as primeiras palavras, os primeiros rabiscos no papel ...

Meu filho me introduziu no mundo da maternidade e com ele tenho aprendido a ser uma mãe melhor, mesmo que muitas vezes me sinta a pior mãe do mundo. Tenho a tarefa de prepará-lo para enfrentar o mundo e quero fazê-lo da melhor maneira possível, como tenho feito desde que o coloquei no mundo. Quero fazer dele um homem de bem, comprometido com Deus. Espero ser bem sucedida nessa tarefa. :-)






7 comentários:

Juca disse...

Carla, certamente a tarefa é extenuante, mas também é emocionante, como você mesma disse, perceber dia após dia o desenvolvimento de uma criaturinha tão indefesa e que nos arrebata desde bem antes de nascer. :-)

Quanto a transformá-lo num homem de bem, pelo que leio aqui sobre ti, posso dizer que faz e fará sempre seu melhor por ele e pela sua filhota. Então, desejo sempre muita força, amor e luz em suas vidas.

Parabéns, atrasado, ao seu filho!

Boa quinta-feira!
Beijão!

PS: Obrigado pelas dicas, pela indicação do site e por se colocar à disposição para ajudar minha irmã com informações sobre parto natural! :-)

Juca disse...

Ah, apesar de ser solteiro, sei como são esses momentos, esses cuidados porque ajudei minha mãe a cuidar de duas irmãs desde pequenininhas (banho, mamadeiras, trocar fraldas, carinho, beijos etc). Sinto-me um pouco como pai delas! rsrs

Mari Thomé disse...

Carla, teu filho é lindo!
E se depender da pessoa querida que tu és, ele vai crescer e se tornar um homem!!
Feliz aniversário para o filho e principalmente para a mãe! :D

Sonia Regly disse...

Carla,
Ser mãe é realmente uma delíca. Ir aprendendo com elels dia-a -dia é muito bom!!! Têm post novo, eu e o meu fofuxo, apareça por lá.Beijinhos.

Drika Bruzza disse...

Ahhhhhhhhhhh feliz aniversário pra esse pequeno menino cheio de vontades e razão!
Uma personalidade forte, calro, que com limites, é bom, guria, ele não vai se deixar envolver ou enganar ;)


Beijos, amo vocês!!!!

Ana Cláudia Bessa disse...

Nem fala...eu sempre faço essas retrospectivas tambem..rs...Parabéns para vocês!

A Garota do Novelo disse...

Querida, nao nos falamos mais e eu nunca mais tinha entrado no teu blog. Hoje, esperando uma ligacao, resolvi 'me atualizar' nos blogs dos amigos... Q lindas as criancas, q lindos teus relatos, sao realmente inspiradores... Saudades, em marco vou a POA e te escrevo antes para visitares a mim e nossa filha bambina!
beijo grande!!!
Ari