quarta-feira, 14 de maio de 2008

Campanha de Incentivo ao Parto Normal

O Ministério da Saúde lançou a Campanha Incentivo ao Parto Normal. A cesariana já representa 43% dos partos realizados no Brasil no setor público e no privado. Nos planos de saúde, esse percentual é ainda maior, chegando a 80%. Já no Sistema Único de Saúde, as cesáreas somam 26% do total de partos. O parto normal é o mais seguro tanto para a mãe quanto para o bebê. De acordo com a recomendação da Organização Mundial da Saúde, as cirurgias deveriam corresponder a, no máximo, 15% dos partos.

Por ser uma cirurgia, a cesariana somente é indicada para os casos que tragam risco para a mãe ou o seu bebê. Quando realizada sem que exista uma indicação médica precisa, aumentam os riscos de complicações e de morte para a mulher e para o recém-nascido.

Não é raro que as cesarianas sejam agendadas antes de a mulher entrar em trabalho de parto. Estudos demonstram que fetos nascidos entre 36 e 38 semanas, antes do período normal de gestação (40 semanas), têm 120 vezes mais chances de desenvolver problemas respiratórios agudos e, em conseqüência, acabam precisando de internação em unidades de cuidados intermediários ou mesmo UTI Neonatal. Além disso, no parto cirúrgico há uma separação abrupta e precoce entre mãe e filho, num momento primordial para o estabelecimento de vínculo.

Finalmente, as chances de a mulher sofrer uma hemorragia ou infecção no pós-parto também são maiores em caso de cesárea, existindo ainda um risco aumentado de ocorrer problemas em futuras gestações, como a ruptura do útero e o mau posicionamento da placenta.


video

LINDO! Eu vi comercial da campanha esta semana e ADOREI, além de ter me deixado comovida! Eu já havia elogiado a Fernanda Lima em meu post anterior e este comercial que ela fez só me fez aumentar a admiração pela grande mulher que ela é. Ela mostrou que as mulheres podem ser muito mais que somente um rosto bonito. Tudo o que ela diz no comercial é verdadeiro. Eu tive meus dois filhos de parto normal, participei ativamente do parto e minha recuperação foi rápida.

Mais um ponto para Fernanda Lima!


Parabéns, Fernanda! O Brasil precisa de mais celebridades como você! Continue assim!

13 comentários:

Geo disse...

Lembrei de vc quando vi a campanha. Ficou realmente bonita. Criou-se o boato que ter filho gera flacidez e o sexo fica ruim. Se fosse assim o marido não fazia 02, 03, 04 filhos com a mesma mulher.

Carla Beatriz disse...

Geo,

A única coisa que ficou um pouco flácida foi meu seio direito, pois era o que mais enchia de leite, durante a amamentação.
Sexo ruim? Que nada! O sexo fica ótimo durante a gravidez e depois que o bebê nasce, você espera que ele durma, para poder curtir um sexo gostoso com o maridão. Foi tão bom, que minha filha foi concebida em uma noite de sexo muiiiiito gostoso. ;-)

Beijos mil

Carla Beatriz disse...

A recuperação de meu segundo parto, o de minha filha, foi bem mais rápida que o primeiro. Não sei se o fato de ter tido minha filha em casa ajudou, mas o fato é que a recuperação foi bem mais tranqüila e rápida.
Dá para notar no sorriso da Fernanda Lima aquela satisfação de "missão cumprida" e a tranqüilidade de quem teve a coragem de fazer um parto normal de gêmeos. Isso que é mulherão. Merece toda a minha admiração.

Vania disse...

Oi, gostei do seu blog! Boas dicas, bom senso! Abs

Scliar disse...

Ja tinha passado por aqui, mas deixo o comentariozinho agora, né? Porque vi um filme que vale a pena citar: The business of being born, que trata deste excesso de intervençao medica num ato tao natural. Tem o trailler do filme e o link para ele no blog da bibi: http://bibimove.blogspot.com/2008/03/busness-of-being-born.html
Vale a pena! E boa semana, com tudo muito mais natural. Ethel SC

Lya Lopes disse...

Acho tão chato parto de cesária. Minha mãe sempre preferiu normal. porém não pode ter todos seus filhos assim. Somente eu nasci com esse benefício.
Estranhamente sou a única que não teve problemas respiratórios...

Carla Beatriz disse...

Lya,

Não é nada estranho que você seja a única que não tenha problemas respiratórios. Os bebês que nascem de cesárea têm a tendência a ter problemas respiratórios justamente por não passarem pelo canal de parto e por não serem tirados na hora certa, principalmente quando a cesárea é feita com horário marcado.
No parto normal, o bebê emite sinais de que está pronto para nascer. O pulmão é o último órgão a amadurecer, por isso o bebê vai apresentar problemas respiratórios se for retirado precocemente do útero.
A natureza é sábia, por isso os bebês nascem assim. Ao passar pelo canal vaginal, os pulmões são espremidos, fazendo que todo o líquido amniótico saia de dentro deles e o bebê consiga respirar nos primeiros minutos na vida extra-uterina.

Beijos mil

Carla Beatriz disse...

Oi Vânia,

Adorei tua visita! Seja bem vinda e volte sempre!

Beijos

Carla Beatriz disse...

Oi Ethel,

Avó de filha empoderada é isso aí. ;-)
Parabéns pelo parto rápido de tua filha! Adorei o blog dela tb!

Adorei a dica do filme "The Business of Being Born"! Vc já leu algum texto da Robbie Davis-Floyd, sobre os paradigmas tecnocrático, humanizado e holístico do parto? Eu assisti a uma palestra dela aqui em Porto Alegre em 2004.
Há um artigo dela no Amigas do Parto (ONG): http://www.amigasdoparto.org.br/2007/index.php?option=com_content&task=view&id=167&Itemid=72


Beijos mil

MARIUS QUIRÓZ disse...

Querida, te linkei lá!

Isa disse...

Chato mesmo é quando as mulheres se acomodam, sabe? Nem há a necessidade, mas é muito mais cômodo fazer cesária, nem sei como os médicos conseguem aprovar isso!
Eu tenho uma amiga que amo muuuuuito, e é como uma irmã pra mim, então longe de querer dizer algo para ofender sua imagem, mas imagina que ela marcou a cesária do filho por querer que a criança nascesse num dia par??
Vai entender....

Carla Beatriz disse...

Isa,

Sabe por que muitos médicos se acomodam? Porque é muito mais fácil fazer uma cesárea em 40 minutos e voltar para atender o consultório no restante do dia, do que ficar 12 a 14 horas (em média), em função de UMA gestante em trabalho de parto. Então, muitos médicos marcam 4 ou 5 cesáreas numa manhã e ficam com a tarde livre para atender as outras pacientes no consultório. Se ele ficar no hospital por causa de UMA gestante em trabalho de parto, ele terá que cancelar TODAS as consultas do consultório daquele dia. Entendeu a matemática? ;-)

Beijos

Carla Beatriz disse...

Isa,

Minha melhor amiga teve os dois filhos de cesárea marcada desde a confirmação da gravidez e ficou feliz da vida por isso. Ela achou que os "partos"* dela foram maravilhosos. Quem sou para dizer o contrário?

Beijos mil

* Coloquei parto entre aspas, porque para mim, cesárea não é parto, é uma cirurgia.